terça-feira, 22 de outubro de 2013

A minha iniciação em cosmética caseira sem tóxicos!






Depois de passar um período de consciencialização dos químicos que usamos no dia-a-dia, de me aperceber que só comer alimentos não processados não chega e de estudar bem o assunto, tal como vos tinha dito, passei para a Fase 2!

Neste período tentei usar produtos que pelo menos dizem que têm menos químicos perigosos, ou seja produtos da marca La Roche Posay, Ávene, Uriage, Aderma, Produtos de higiene que dizem não ter parabenos, silicones ou corantes (Naturvital e alguns da Garnier.
Durante este período li muitos blogs, muito filme de youtube, canais de youtube etc. Comecei a escrever receitas, a triá-las e organizar tudo por tema. Depois fiz as listas de produtos e finalmente as listas de ingredientes. Depois foi a caça ao ingrediente, que foi complicado e ainda nem sequer acabou. Como quando eu era adolescente adorava fazer este tipo de coisas eu já tinha feito experiências de cosmética caseira, e vim a descobrir que coisas essenciais e básicas como a manteiga de cacao já não são vendidas nas farmácias, exceto na minha que é a a farmácia homeopática de Lisboa pois ainda fazem formulações por encomenda. Agarrei-me ao telefone e á internet e fiz várias visitas em estabelecimentos aqui no Algarve e em Cascais.
Ao fim de algum trabalho árduo meu, do meu Pai e da C. a minha sósia nestas maluqueiras, consegui reunir material básico para começar a fazer experiências.


Depois de tudo reunido, passei a fazer experiências! A verdade é que ainda estou no início e já estou a fazer alguns ajustes. A pasta de dentes sabe muito bem e foi super divertido de fazer, o gloss (do frasquinho pequeno) ficou bem á segunda mas o corante falhou Estou para lá de fã do desodorizante, vou fazer em barra para ser mais prático, mas está a ser como toda a gente diz muito mais eficaz do que os de compra e cheira a aftereight! Quem é que resiste a cheirinho a chocolate e menta? E o creme em barra foi outro sucesso, parece um sabão mas é um creme e passa-se no corpo diretamente, a minha pele está super suave.

O mais engraçado é que toda a gente parece ter receio destes produtos, mas na realidade são feitos com ingredientes puros, orgânicos e sustentáveis, o prazo de validade é de uns meses, porque é que temos de ter produtos que duram anos quando os usamos num curto espaço de tempo? Os químicos só beneficiam os vendedores devido ao tempo em prateleira e são altamente prejudiciais para os compradores...nós!
A maior parte destes produtos baseia-se em manteigas puras como a de cacao e karité, óleo de coco, cera de abelha e quando necessário umas gotas de vitamina E (um antioxidante para conservar que comprei numa loja de dietética, é um suplemento alimentar).
Aqui estão os primeiros cremes em barra, ficaram mesmo fofinhos feitos em formas de silicone e cheiram muito bem. Acho que nunca tive as mãos tão macias, sou bióloga marinha tenho as mãos sempre dentro de água e de todos os cremes que usei este foi milagroso e só tenho de usar uma vez ao dia e não estar constantemente a besuntar-me!


Este novo conceito agrada-me, vai de encontro ao minimalismo, são produtos simples, muito mais eficazes, ecológicos, orgânicos e sustentáveis. São SAUDÀVEIS!!! São naturais e essencialmente são feitos com carinho porque são feitos á mão por mim!
Estou a começar a mostrar e a vender os primeiros produtos, que tal como o nome deste blog indica vão ser Low Cost!

O que acham, parece-vos boa ideia? Querem experimentar?


7 comentários:

  1. Adorava experimentar mas não percebo nada de química e afins. E os ingredientes, onde se arranjam?
    Se deres umas dicas era mais fácil tentar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Alva, na realidade a quimica e a culinária são muito semelhantes és desenvolta na cozinha? Se sim é realmente mais fácil, mas qualquer pessoa pode fazer, neste momento estou a testar os produtos para começar a dar dicas aqui no blog, este foi só o pontapé de saída mas prometo continuar a fazer posts com receitas porque estou muito entusiasmada! Ainda estou a selecionar os locais de compra, mas para o básico ou se encomenda online pode-se ir ás capelinhas todas desde o Celeiro (o melhor e mais completo), Pura Vida, Jumbo e drogarias locais.Dentro de pouco tempo falo mais sobre este assunto então! ;)

      Eliminar
  2. Olá Patrícia.
    O que achas de dar uns workshops para ensinar a fazer essas maravilhas?!
    Adorei a ideia.
    Gostaria de comprar alguns dos teus produtos, mas ainda de mais de aprender a fazê-los.
    Acho que vais ter público para estas duas opções.
    O que achas?
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana,
      parece-me uma boa ideia, mal teste uma bateria interessante e original de receitas posso realmente dar uma workshop, iria ser um desafio interessante!
      Fico muito contente por estares interessada nos produtos. Nesta área o que achei interessante também é que as pessoas tendem a ensinar as receitas, mas também vendem os produtos, é muito altruista. Desafia as pessoas a experimentarem em casa, mantendo ao mesmo tempo espaço no mercado para venda dos seus produtos. Obrigada pelo interesse e pela dica ;)
      beijinhos

      Eliminar